Óh Raios! O que será agora?!?!


De mudança

Amigos, devido a limitações deste blog (é muito ruim a formatação, entre outras limitações), vou consolidar meus posts no Blog Eclesia.

Você será redirecionado, caso isso não ocorra, clique AQUI.

Obrigado

Evandro L! Melo



Escrito por Piázinho às 12h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Propaganda eleitoral nas igrejas NÃO!

Propaganda eleitoral nas igrejas NÃO!

 

LEI Nº 9.504, DE 30 DE SETEMBRO DE 1997.

 

 

 

 

 

Estabelece normas para as eleições.

 

Da Propaganda Eleitoral em Geral

        

        Art. 37. Nos bens cujo uso dependa de cessão ou permissão do Poder Público, ou que a ele pertençam, e nos de uso comum, inclusive postes de iluminação pública e sinalização de tráfego, viadutos, passarelas, pontes, paradas de ônibus e outros equipamentos urbanos, é vedada a veiculação de propaganda de qualquer natureza, inclusive pichação, inscrição a tinta, fixação de placas, estandartes, faixas e assemelhados.(Redação dada pela Lei nº 11.300, de 2006)

        § 1o  A veiculação de propaganda em desacordo com o disposto no caput deste artigo sujeita o responsável, após a notificação e comprovação, à restauração do bem e, caso não cumprida no prazo, a multa no valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) a R$ 8.000,00 (oito mil reais). (Redação dada pela Lei nº 11.300, de 2006)

        § 2º Em bens particulares, independe da obtenção de licença municipal e de autorização da Justiça Eleitoral, a veiculação de propaganda eleitoral por meio da fixação de faixas, placas, cartazes, pinturas ou inscrições.

        § 2o  Em bens particulares, independe de obtenção de licença municipal e de autorização da Justiça Eleitoral a veiculação de propaganda eleitoral por meio da fixação de faixas, placas, cartazes, pinturas ou inscrições, desde que não excedam a 4m² (quatro metros quadrados) e que não contrariem a legislação eleitoral, sujeitando-se o infrator às penalidades previstas no § 1o(Redação dada pela Lei nº 12.034, de 2009)

        § 3º Nas dependências do Poder Legislativo, a veiculação de propaganda eleitoral fica a critério da Mesa Diretora.

        § 4o  Bens de uso comum, para fins eleitorais, são os assim definidos pela Lei no 10.406, de 10 de janeiro de 2002 - Código Civil e também aqueles a que a população em geral tem acesso, tais como cinemas, clubes, lojas, centros comerciais, templos, ginásios, estádios, ainda que de propriedade privada. (Incluído pela Lei nº 12.034, de 2009)

        § 5o  Nas árvores e nos jardins localizados em áreas públicas, bem como em muros, cercas e tapumes divisórios, não é permitida a colocação de propaganda eleitoral de qualquer natureza, mesmo que não lhes cause dano. (Incluído pela Lei nº 12.034, de 2009)

        § 6o  É permitida a colocação de cavaletes, bonecos, cartazes, mesas para distribuição de material de campanha e bandeiras ao longo das vias públicas, desde que móveis e que não dificultem o bom andamento do trânsito de pessoas e veículos. (Incluído pela Lei nº 12.034, de 2009)

        § 7o  A mobilidade referida no § 6o estará caracterizada com a colocação e a retirada dos meios de propaganda entre as seis horas e as vinte e duas horas. (Incluído pela Lei nº 12.034, de 2009)

        § 8o  A veiculação de propaganda eleitoral em bens particulares deve ser espontânea e gratuita, sendo vedado qualquer tipo de pagamento em troca de espaço para esta finalidade. (Incluído pela Lei nº 12.034, de 2009)

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Data/Hora:27/5/2010 - 12:48:57
Lei eleitoral proíbe a propaganda em templos

A Procuradoria Regional Eleitoral em Minas Gerais (PRE) recomendou ao Conselho Estadual de Diretores da Igreja Q. que determine aos pastores, ministros e religiosos da sua unidade, em Belo Horizonte, que cessem imediatamente a veiculação de propaganda eleitoral em benefício de pré-candidatos, seja no interior do templo ou nos seus arredores.

A propaganda eleitoral no interior das igrejas é expressamente proibida a qualquer tempo, pois os templos constituem bens de uso comum, sendo neles vedada a veiculação de propaganda de qualquer natureza (art. 37 da Lei
9.504/97). Em caso de desobediência à lei, o responsável ficará sujeito a multa no valor de dois a oito mil reais. Nos arredores dos templos, a propaganda eleitoral está proibida até o dia 5 de julho, podendo a multa alcançar, nesse caso, até vinte e cinco mil reais.

A notícia de que a Igreja Q. estaria fazendo propaganda eleitoral irregular chegou ao conhecimento da PRE por meio de uma representação onde se informava que, no dia 02 de maio deste ano, na Igreja Q., no culto das 08 horas, o pastor que presidia a cerimônia religiosa proferiu os seguintes dizeres: “eu, Jesus e meu projeto: eu, Jesus, M.O. para deputado federal e A.G. para deputado estadual”. O fato foi noticiado por um cidadão presente ao culto e, segundo ele, a prática vem ocorrendo em outros templos da Igreja Q., evidenciando tratar-se de uma diretriz estabelecida por seu Conselho Estadual.

Além de investigar a ocorrência, para eventual propositura de representação e pedido de aplicação de multa, a Procuradoria Eleitoral resolveu expedir recomendação para evitar que a prática continue ocorrendo nos diversos templos da Igreja Q..

A PRE recomendou que o Conselho Estadual dê ampla divulgação do conteúdo da recomendação a todos os membros da Igreja que sejam pré-candidatos a cargos eletivos no corrente ano, para que adotem as medidas necessárias ao fiel cumprimento da legislação eleitoral vigente, sob pena de responsabilização conjunta pela infração.

A igreja deverá ainda instruir todos os seus pastores, ministros e religiosos que a propaganda eleitoral é proibida no interior dos templos, e que, até o dia 05 de julho de 2010, não pode ser feita em nenhum lugar.

Foi concedido prazo de dez dias para cumprimento da recomendação.

Para a PRE, é importante que todos os cidadãos estejam atentos aos casos de violação da lei eleitoral, informando aos órgãos de fiscalização quando isso ocorrer. O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais tem espaço específico, em sua página (www.tre-mg.gov.br), para receber denúncias de ocorrência de propaganda eleitoral irregular. Os cidadãos podem também enviar denúncia diretamente para a Procuradoria Regional Eleitoral em Minas Gerais pelo e-mail pre@prmg.mpf.gov.br.


Fonte: Procuradoria Regional Eleitoral em Minas Gerais



Escrito por Piázinho às 11h46
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Tá reclamando de que?!

 " Tá reclamando de que? "

   Reclamando do Lula? do Serra? da Dilma? do Arrruda? do Sarney? do Collor? Do Renan? do Palocci?  do Delubio? Da Roseanne Sarney? Dos politicos distritais de Brasilia? do Jucá? do Kassab? dos mais 300 picaretas do Congresso?

 

Brasileiro Reclama De Quê?

O Brasileiro é assim:

1. - Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas.

2. - Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas.

3. - Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração.

4. - Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, e até dentadura.

5. - Fala no celular enquanto dirige.

6. -Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento.

7. - Pára em filas duplas, triplas em frente às escolas.

8. - Viola a lei do silêncio.

9. - Dirige após consumir bebida alcoólica.

10. - Fura filas  nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas
desculpas.

11. - Espalha mesas, churrasqueira nas calçadas.

12. - Pega atestados médicos    sem estar doente, só para faltar ao
trabalho.

13. - Faz 
 " gato  de luz, de água e de tv a cabo.

14. - Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado,
muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos.

15. - Compra recibo para abater na declaração do imposto de
renda para pagar menos imposto.

16. - Muda a cor da pele para ingressar na universidade através
do sistema de cotas.

17. - Quando viaja a serviço   pela empresa, se o almoço custou 10
pede nota fiscal de 20.

18. - Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes.

19. - Estaciona em vagas exclusivas para deficientes.

20. - Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se
fosse pouco rodado.

21. - Compra produtos pirata com a plena consciência de que são
pirata.

22. - Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca.

23. - Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da
roleta do ônibus, sem pagar passagem.

24. - Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA.

25. - Freqüenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho.

26. - Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos como
clipes, envelopes, canetas, lápis.... como se isso não fosse roubo.

27. - Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que
recebe das empresas onde trabalha.

28. - Falsifica tudo, tudo mesmo... só não falsifica aquilo que
ainda não foi inventado.

29. - Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o
fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem.

30. - Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes
não devolve.

E quer que os políticos sejam honestos...

Escandaliza- se com a farra das passagens aéreas...

Esses políticos que aí estão saíram do meio desse mesmo povo ou não?
Brasileiro reclama de quê, afinal?

E é a mais pura verdade, isso que é o pior! Então sugiro adotarmos uma
mudança de comportamento, começando por nós mesmos, onde for necessário!

Vamos dar o bom exemplo!

Espalhe essa idéia!

"Fala-se tanto da necessidade deixar um planeta melhor para os
nossos filhos e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores
(educados, honestos, dignos, éticos, responsáveis) para o nosso
planeta, através dos nossos exemplos..." 

Amigos!

É um dos e-mails mais verdadeiros que recebí!

A mudança deve começar dentro de nós, nossas casas, nossos valores, nossas atitudes!



Escrito por Piázinho às 11h06
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Nossa arrogância

Não o Brasil não perdeu a Copa 2010 por causa da arrogância do Dunga, não perdeu a Copa por causa da
concentração fechada, não perdeu a Copa por causa da Globo, por causa do frio, por causa de nada disso.

A seleção brasileira perdeu essa Copa por uma simples razão, jogou contra uma ecelente seleção, a Holanda.

E o futebol é isso. É tão simples assim, dois times se enfrentam e um sai vencedor, não existe mística,
estatística ou análises que mudem isso.

A seleção holandesa é muito forte desde antes da Copa. Todos já sabiamos disso. Eles tem Robben, um dos
melhores do mundo, em seu melhor momento.

Então qual o problema?

O problema é que nós brasileiros não gostamos de futebol. Nós gostamos é de ser campeões. Não queremos
ver futebol bonito nada, queremos é ser campeões e isso nos basta.

Quando se perde, procura-se culpados, cabeças a cortar, dedos apontados para lá e para cá, mas nos
esquecemos de valorizar o adversário.

Isso sim é arrogância, não a do Dunga, a nossa. Não somos capazes de parabenizar o adversário, de
respeitar quem jogou melhor, somos narcisos.


Agora é aguentar a mídia esportiva procurando pêlo em ovo. Esse esporte é tão fantástico que criou uma
indústria, um mundo que gira em torno dele, e não se pode pensar simples, tem que achar análises,
estatísticas, culpados, erros, e por aí vai.

Evandro L! Melo

* Aqui também Blog Eclesia



Escrito por Piázinho às 14h52
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Toy Story 3 - UAU

 

UAU!

Sim começo esse texto com a melhor expressão para definir Toy Story 3.

UAU!

 

Fui neste sábado (19/06) ver ao filme mais esperado do ano, ao menos para mim.

Geralmente evito ir a estréias de blockbusters, muita fila, gente demais, barulho demais,

enfim, mas era Toy Story e assim como uma criança fica ansiosa por seu presente de Natal, eu estava com este filme.

 

Não deu outra, fila, sala lotada e muito barulho. Na verdade o problema é que fui ver a versão 3D Legendada, ou seja,

a sala não estava lotada de crianças, que sempre dão um charme a mais ao filme, estava lotada de adolescentes

no ápice de suas chatices, todos querendo chamar a atenção, brincadeiras bobas, gritos, piadinhas, etc etc.

 

Minha expectativa quando vou ver um Pixar é altíssima, neste caso então, estava além do normal.

Toy Story 1 pra mim é o melhor filme de animação e tudo que vem em relação ao Woody e Buzz eu espero muito.

 

Enquanto não começava o filme, fui me aborrecendo, minha ansiedade foi virando nervoso, isso porque com tantos

adolescentes malas, tinha certeza que estragariam o filme.

 

Luzes se apagam, chegam os trailers e nada da pivetada se calar.

 

A famosa entrada da Disney seguida da mais famosa (sim, hoje é mais famosa e mais querida) entrada da

Pixar chegam, começo a sentir os primeiros momentos de aquietação.

 

O tão esperado curta-metragem Pixar se inicia e mais aquietação... Comecei a ficar mais tranquilo, apesar de que

não muito, porque logo atrás da minha fileira tinha uma turminha de adolescentes chatos, faziam menos barulho,

mas ainda faziam.

 

Foi o filme iniciar e silêncio geral. Não se ouvia nada além das caixas de som do cinema.

Esse fenômeno de chama Pixar, se chama Woody e Buzz.

 

Difícil continuar a escrever qualquer coisa, pois certamente vou cair no chavão que caio todos os anos

dizendo que a Pixar de superou, que a Pixar não tem limites, que a Pixar é incrível...

 

Mas é o que é. Os caras não se contentam em fazer um filme, eles querem fazer história e entrar para a história.

 

Não basta que consigam grande bilheteria, querem se tornar um marco, fazer um clássico e serem lembrados pela eternidade.

 

Confesso que quando soube da compra da Pixar pela Disney, achei que fosse o início de seu declíneo,

e minhas suspeitas aumentaram quando anunciaram as continuações dos clássicos Pixar.

 

Mas ao analisar a trajetória deles, não há como não se encantar com esses caras. Sim é a 3a continuação de

Toy Story, mas ao contrário dos montes de continuações que vemos por aí que chegam ao 4o filme em 5 anos,

Toy Story completou 15 anos. São 3 filmes em 15 anos, e as histórias são incríveis, nada previsíveis, nada

preguiçosas e nenhum pouco caça níqueis. Sorry Shrek, mas vocês são chatos.

 

Me parece que as maiores preocupações da Pixar é 1o, se tornar um clássico, na melhor definição de

clássico, impecável e eterno e 2o fazer boas histórias, novas e criativas histórias mesmo que sejam continuações, c

om muita qualidade antes de pensar na rentabilidade ($$$).

 

Sim, meus amigos, voltemos ao chavão: A Pixar se superou novamente!

Parece até que seguem o lema de Buzz: "Ao infinito e além!"

 

Evandro L! Melo

 

 



Escrito por Piázinho às 21h59
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Copa do mundo (os problemas se acabam)

A chamada da ESPN para a COPA 2010, narrada por Bono Vox é fantástica, e ainda reforça o que eu disse no carnaval, texto que segue abaixo:

 

 

_______

Um viva ao carnaval! Viva!

 

Um viva ao carnaval! Viva!

O carnaval deveria durar o ano inteiro. Salvo em ano de Copa,

onde ocorreria uma pausa de 2 meses na festança.

Carnaval é a maior festa do Brasil e porque não dizer, do mundo!

Sim, no carnaval sexo é liberado! Opa, vamos se pegar minha gente.
No carnaval, e só no carnaval o bunda-le-le e a safadeza são livres, legais e até bonitos.

Um viva ao carnaval!  Viva!

Carnaval é a festa dos excessos, vamos fazer tudo o que não  podemos fazer no restante do ano,

e em quantidade que ultrapassam o limite do bom senso.

Um viva ao carnaval! Viva!

Além do que, carnaval é uma festa milagrosa, sério! Carnaval cura e resolve todas as mazelas.

Lembra daquele problema da sua cidade, como o Jardim Pantanal em São Paulo que ainda sofre

por causa das fortes chuvas? Pois é, no carnaval ninguém falou disso. Os problemas acabaram,

por quatro dias, é verdade.

Um viva ao carnaval! viva!

E o que dizer do Haiti?! Por quatro dias não se noticiou nada daquele desgraçado país. Porque?

Por causa do carnaval, é claro.

O carnaval resolveu todos os males e as desgraças do Haiti, por quatro dias, é verdade.

Foi só o carnaval acabar e já voltaram a dar tristes notícias de lá.

Ah se o carnaval durasse o ano todo... O Haiti seria muito mais feliz.

Um viva ao carnaval! Viva!

E que venha a Copa do mundo, onde por dois meses todos os problemas e desgraças do mundo desaparecerão.

Viva!

_______

Evandro L! Melo

@evandrospfc

 



Escrito por Piázinho às 19h39
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Calma, não xingue.

 

 

A cada dia que vejo, leio e ouço mais sobre a convocação do Dunga, mais eu passo a dar razão ao Dunga. Calma, não xingue.

Em 2006 foi a Copa da expectativa e da decepção. Levaram todas as estrelas, e todas no auge. Todos sabemos como foi o circo e no que resultou.

Dunga foi chamado então para resgatar a seleção, tirar a máscara de astros do rock e transformar em um time competitivo, com jogadores que prezam a camisa amarela e não estão ali para passar o tempo.

Foi muito criticado e desacreditado pois nunca exercera tal cargo em nenhum time quissá na seleção brasileira.

Mas...

Deu certo. Sim deu certo. Jogando feio ou bonito, deu certo. Contra fatos não há argumentos.

E Dunga mesmo criticado, e muito (com direito a vaia e coro de 'BURRO' no Mineirão), foi frio e mostrou que tinha planejamentos,  tinha visão, tinha um projeto, e o seguiu até o final.

Os sucessos vieram, Copa América, Copa das Confederações, 1o na classificação pra Copa, goleada na Argentina lá na Argentina, e por  aí vai.

Mais uma vez eu repito. Deu certo!

E a comparação com a seleção de 1994 é equivoca, pois a de 94 vinha tropeçando, jogando feio e perdendo, diferente da de Dunga que teve êxito em tudo que participou.

O grupo de Dunga veio se formando ao longo desse tempo, experimentou alguns poucos, montou um time base que confia (dentro e fora de campo) e se manteve fiel ao seu projeto. O time está quase pronto desde 2 anos atrás.

Mas as cobranças não param (e nem devem), primeiro cobravam Ronaldinho (não existia Neymar e Ganso), Ronaldinho TINHA que ser convocado, Dunga é doido de não o levar, tem que ir.

Logo Ronaldinho perdeu um pouquinho do brilho que vinha recuperando e aí, este ano de 2010, surgiu o cometa Santos, com os craques Neymar e Ganso, mais Ganso que Neymar, é verdade.

Esqueceram todos de Ronaldinho e o foco passou à dupla do Santos, eles TINHAM que ir, Dunga é doido de não os levar, tem que ir.

Mas porque?!

Porque nós, torcedores e jornalistas queremos?!

A dupla jamais fora convocada, porque então ser convocado pela 1a vez pra Copa?

E o planejamento de 4 anos, a evolução, as conquistas, as certezas que foram conquistadas? Joga-se tudo fora, perde-se a razão e vamos com a emoção?

E se não der certo? A culpa será de quem? Nossa?! Mas o técnico é Dunga, nós somos torcedores.

Ganso e Neymar não foram bem em suas participações com a seleção sub 20 e sub 17, isso ninguém lembra.

Ah mas é diferente, eles amadureceram, evoluíram. É verdade, mas quem garante que irão ter o mesmo desempenho do Santos (que disputou Paulista e Copa do Brasil) na Copa do Mundo?

Porque cobramos de Dunga arriscar agora, às vésperas da maior competição de futebol do planeta?

Tenhamos conciência do que estamos pedindo.

Se eu achei bom a seleção do Dunga?! Não, não gostei. Acho que será um futebol lento, de marcação e pouco ataque. Muitos jogadores destruidores de jogadas adversária e poucos criadores.

Gostaria ainda de levar o Ronaldinho sim, se o Kaká tiver que sair, não temos mais ninguém criativo para entrar.

Mas sou racional, Dunga tem um grupo forte (isso não dá pra discutir) e é uma seleção altamente competitiva.

Agora vamos deixar de ser ranzinzas e vamos torcer, afinal, é seleção brasileira, é Copa do mundo!

Jogando feio ou bonito, vou torcer.

 

______

Evandro L! Melo

@evandrospfc

 



Escrito por Piázinho às 11h59
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Alice no país da burocracia

 

Quando assisti pela primeira vez a adaptação da Disney, em animação,  para Alice no país das Maravilhas, fiquei com pelo menos duas

sensações. Fiquei ao mesmo tempo confuso e maravilhado.

 

Confuso porque o filme não segue um roteiro mastigado, burocrático, certinho, é uma doidera do início ao fim, exatamente como nos

sonhos, onde as coisas acontecem sem lógica, o que deixa tudo tão fantástico, e maravilhado exatamente por tudo isso, era como um

sonho, sem a preocupação de se explicar, apenas fechar os olhos e deixar a mente viajar.

 

Quando fiquei sabendo, através do Omelete, que recriariam o universo de Alice, e que seria Tim Burton com seu fiel amigo J.Deep,

fiquei animado, ansioso e com a expectativa lá no teto.

 

Sou fã de Tim Burton, diretor que até então não se rendera ao mercado, e mantinha seu jeito próprio de fazer filmes, criar

universos, inovar, arriscar, surpreender.

Foi assim com Edward mãos de tesoura, O estranho mundo de Jack, A noiva cadáver, entre outros.

 

Mas como já alertava o velho deitado, 'a expectativa é a mãe da decepção'. E foi assim que saí do cinema hoje, ao ver a adaptação

de Tim Disney Burton para Alice nos país das Maravilhas.

 

Não que o filme seja ruim, de fato não é, mas tampouco é bom. É um filme mediano, de verão, para fazer bilheteria e não durar mais

do que uma estação. Se esse era o propósito dos produtores, podem comemorar, conseguiram.

 

Estéticamente o filme é sensacional, ouso a dizer que é tão bom quanto Avatar. Souberam criar os efeitos, os cenários e usar muito

bem o 3D, sem contar a trilha sonora, muito boa também.

 

Mas pra mim, e pra muitos, que esperavam ver a união de uma história fantástica com uma cabeça criativa como Tim Burton, ficou a

sensação de, hummm, é... é só isso?!

 

Com o burburinho que o filme vinha fazendo, resolvi comprar o livro e ler pela primeira vez. Aproveitei as férias e li, num

instante. É viciante, engraçado, direto e doido, muito doido.

 

Ao ler o livro de L. Carroll, entendi um pouco porque a clássica animação da Disney me deixara meio confuso. Eles foram na medida

do impossível, fiéis à história original.

O livro é anárquico como um sonho. É fechar os olhos e deixar que a mente crie, sem colocar regras, apenas deixá-la livre.

 

Essa é a essência de Alice no país das Maravilhas, a sensação de sonhar livremente como uma criança. Aquela criança que quando você

pede para te contar uma história, ela olha para os lados, observa os elementos do ambiente e coloca dragões, princesas, insetos em

forma de cavalo, borboleta com asas de pão de forma, coelhos com colete, etc. É essa a essência de Alice, essa.

 

O fato do filme de Tim Burton ter criado uma continuação à história original, é o de menos, não há problemas nisso, não sou

saudosista ao ponto de só apreciar o original e não permitir as criações, o grande problema é que mataram a essência de Alice.

 

Burocratizaram, explicaram demais, colocaram ordem, roteirizaram como um filme, uma história qualquer, e com isso mataram o que

tinha de mais belo no País das maravilhas.

E não contente com isso, trataram de explicar incansavelmente que aquilo era real, ão era um sonho, que os sonhos podem ser reais,

basta você acreditar, que você precisa acreditar em você, e blá blá blá.

 

Chamaram a criança mais pura, puxaram a barba do Papai Noel e disseram, "tá vendo, é seu tio, mas se você acreditar, ele é o Papai

Noel".

 

Evandro L! Melo

 

 

 



Escrito por Piázinho às 02h09
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Conceitos distorcidos (1o de muitos)

Conceitos distorcidos (1o de muitos)

 


A cada segundo que passa, sim antigamente o modo de falar era "a cada dia que passa", mas com o advento da tecnologia o tempo

encurtou, o mundo se tornou mais veloz... Bem mas não é disso que quero falar, a cada segundo que passa novas tecnologias surgem,

novos paradigmas se quebram, as verdades são colocadas à prova e os conceitos vão se distorcendo.

Ouvi hoje sobre uma nova onda, que já está aí e que deve se intensificar nos próximos 5 anos. É o turismo virtual.
Sim, turismo mesmo, conhecer lugares novos, belezas naturais, mas virtualmente.

Segundo um estudo, apenas uma pequena parte dos americanos possuem passaporte, o que indica que eles viajam muito pouco para o

exterior e seriam consumidores em potencial desta onda.

Esse projeto de turismo virtual levará filmes, documentários e afins, em alta definição, 3D e o que tiver de mais alta tecnologia

para dentro da sua casa. A idéia, por mais que agora pareça absurda, é que a pessoa não precise sair de casa para conhecer novos

lugares.

Para mim, isso é assustador. Fim dos tempos chegando. Sério, rs.

Quanto mais avançamos tecnologicamente mais distantes ficamos de nossa humaninade. É a tecnologia imitando a humanidade e a

humanidade se tornando cibernética.

Perdemos a sensibilidade, perdemos o contato com o próximo, perdemos o senso de justiça, perdemos a habilidade de vivermos em

sociedade, perdemos...

Evandro L! Melo

 



Escrito por Piázinho às 18h32
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pneu furado...

 

 

Segunda-feira já não é um dia legal por natureza. Já carrega sua maldição.
Essa 2a-feira então, foi 2a-feira 13.

Tudo começa normalmente, acordo cedo, havia dormido bem, por isso acordei
disposto, tomei meu banho, café, roupa de trampar, beijo na esposa,
tudo fluindo bem, mas lembre-se é 2a-feira, não se pode confiar.

Tudo preparado, vou entrar no meu Fusca, que muito aprecio, e quando olho o pneu,
tá lá a 2a-feira mostrando sua arte. Pneu furado!

Era 8:00 da manhã e já estava um calor do Sertão. Eu todo arrumadinho já começcndo a suar.

Ah é só um pneu furado, você deve estar dizendo. Sim, seria apenas um clássico pneu
furado, não fosse que no sábado eu e meu pai, gastamos um grande tempo fazendo uma
adaptação técnica imediata (gambiarra) para colocar calotas originais de Fusca.
Minhas rodas são do Fusca Itamar, mas eu gosto dele no estilo mais clássico, antigo.

Tivemos um imenso trabalho e como tudo na vida começamos errando e depois aperfeiçoamos.
Essa foi a roda que erramos, e a calota entrou justa. Mais justa que a saia da Geyse.

Logo vi que meu dia ia ser uma merda. Dei uma risada ironica e fui para o serviço.

Para quem não sabe, essas calotas são bem difíceis de tirar, precisa de uma chave própria,
que eu não tenho. Fiz um bruta esforço e nada, e mais um bruta esforço e... PQP a chave
soltou e prensou meu dedo... Ai que m*, xinguei é claro e meu dedo ficou lá, parte
sangrando e a outra com sangue pisado.

Desisti. Fui acordar a esposa e avisar que iria com o outro carro e que ela teria que pegar ônibus.

Ela toda amável nem reclamou.

O dia no trabalho foi tranquilo, achei que teria uma casca de banana a cada passo mas não,
o dia foi mesmo tranquilo. Mas lembre-se na 2a-feira não se pode confiar.

Saí da empresa já sabendo que teria que chegar em casa e enfrentar o pneu furado. Ai que m*.

Chego em casa, aperto o botão do controle e nada do portão abrir. apertei mais forte
(porque diabos apertamos mais forte o botão?!) e nada. Percebi a rua estava meio escura
e logo pensei, acabou a energia.

Desci do carro, e logo vi que os vizinhos tinham luz. Ué. Fui entrar em casa para
averiguar e me deparo com um aviso de corte de energia elétrica. PQP...
Xinguei novamente, claro.

A conta de Dezembro estava em aberto. Mas que m*, eu paguei a de Janeiro, a de Fevereiro,
estava óbvio que não sou um caloteiro, sou apenas um panaca esquecido.

Mas adivinha só se o pessoal da AES pensa nisso.

Parei, respirei e bolei meus planos. Liguei pra esposa, ela baixou a 2a via, pagou pelo
bankline, imprimiu o comprovante e ligou para a AES vir religar em caráter de urgência,
que custa bem mais caro, mas liga em até 4 horas.

Putz mas eles vão pedir o comprovante do pagamento. Vixe mas eu estava com o carro.
Eita se eu ir buscar e eles chegarem ferrou. Aiaiai

Vai a esposa solicitar um carro emprestado de uma amiga, sair do trabalho dela, vir
entregar  o comprovante.

Nisso, eu to sem nada para fazer (como é chato não ter TV para reclamar que não
passa nada de bom) fui trocar a porcaria do pneu, mesmo no escuro.

Esforço dos infernos, suando feito tampa de marmita tirei a roda. Ufa menos mal (imaginava).
A porcaria do macaco do Fusca é uma porcaria. Não sobe muito. Subi o que deu, tirei
o pneu furado e quando estava colocando o step, a p* (porcaria) do macaco tomba e o
carro desce. Baita susto eu levei, por sorte (sei lá) o step serviu de suporte,
mas estava mal posicionado.

Juntei todoas as minhas forças, subi o carro mão para calçar direito até montar
o macaco novamente. Quando subi o step que estava de apoio caiu, caiu em cima
da lanterna.

A pouca luz que tinha foi pro vinagre.

Calcei o carro, busquei o macaco do outro carro, subi, troquei, pronto tudo
certinho! UFA.

Tudo isso levou um bom tempo, e nada dos caras da eletropaulo chegar...

Minha esposa chegou, de ônibus, e então resolvi ligar pra AES pra saber o
status do pedido.

Foi aí então que a menina diz que o pedido de  URGÊNCIA só é feito até as 20hr
e o pedido foi feito às 20:20hr Mas como assim, ninguém avisou nada quando foi
feito o pedido!!!!!

Putz grila, prefiro ter um filho viado do que um filho que trabalhe na Eletropaulo.

Assim cheguei ao final da 2a-feira 13. Cansado, p* da vida, dedo machucado, suando,
sem luz elétrica.

Mas uma lição eu tirei disso tudo:

Se seu dia começar com um pneu furado, pode saber, uma avalanche de merda vai rolar.

E. Melo


















Escrito por Piázinho às 23h18
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Toy Story, um belo presente

toy story

 

Pense em um filme com mais de 10 anos, que já passou diversas

vezes na TV, inclusive na Sessão da tarde.

Agora pense neste filme sendo relançado nos cinemas.

Alguma chance de fazer sucesso?

Se o filme é da Pixar e se chama Toy Story sim, sucesso

garantido.

Neste sábado à tarde fui ver o único filme da Pixar que ainda

não havia visto no cinema, e justamente o que mais gosto, o 1o

Toy Story.

Sensação única, mágica, voltei a ser criança por instantes.

Engraçado que mesmo já tendo visto por mais de 50 vezes (perto

de 100) e sabendo a maior parte das falas de cor, era como se

fosse a primeira vez. Como a 1a vez que fui ao cinema.

A sala estava cheia, um misto de crianças com seus pais e jovens

adultos. As gerações reunidas.

Vibração, sustos, emoção e muita risada pode ser percebida na

sessão.

O velho Toy Story ainda causa bastante comoção em todos.

Para finalizar, algo que há muito tempo eu não via, o filme

acaba e a platéia aplaude e ovaciona, muito feliz com o presente

que ganhou.



Escrito por Piázinho às 00h47
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Um viva ao carnaval! Viva!

 

Um viva ao carnaval! Viva!

O carnaval deveria durar o ano inteiro. Salvo em ano de Copa,

onde ocorreria uma pausa de 2 meses na festança.

Carnaval é a maior festa do Brasil e porque não dizer, do mundo!

Sim, no carnaval sexo é liberado! Opa, vamos se pegar minha gente.
No carnaval, e só no carnaval o bunda-le-le e a safadeza são livres, legais e até bonitos.

Um viva ao carnaval!  Viva!

Carnaval é a festa dos excessos, vamos fazer tudo o que não  podemos fazer no restante do ano,

e em quantidade que ultrapassam o limite do bom senso.

Um viva ao carnaval! Viva!

Além do que, carnaval é uma festa milagrosa, sério! Carnaval cura e resolve todas as mazelas.

Lembra daquele problema da sua cidade, como o Jardim Pantanal em São Paulo que ainda sofre

por causa das fortes chuvas? Pois é, no carnaval ninguém falou disso. Os problemas acabaram,

por quatro dias, é verdade.

Um viva ao carnaval! viva!

E o que dizer do Haiti?! Por quatro dias não se noticiou nada daquele desgraçado país. Porque?

Por causa do carnaval, é claro.

O carnaval resolveu todos os males e as desgraças do Haiti, por quatro dias, é verdade.

Foi só o carnaval acabar e já voltaram a dar tristes notícias de lá.

Ah se o carnaval durasse o ano todo... O Haiti seria muito mais feliz.

Um viva ao carnaval! Viva!

E que venha a Copa do mundo, onde por dois meses todos os problemas e desgraças do mundo desaparecerão.

Viva!

 

Evandro L! Melo



Escrito por Piázinho às 10h32
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Sem motivos para comemorar

Me chamem de chato, pessimista, incrédulo ou o que valha, mas pra mim de nada adianta tanta euforia do Arruma ter permanecido preso por mais 1 dia ou o carnaval inteiro (o que acho difícil).

Ele será solto, essa é a verdade.

Em todo lugar tem gente comemorando esse dia como uma grande vitória da justiça brasileira. (está no Trending Topics do Twitter).

Os mais otimistas dizem que é o primeiro passo para a mudança, para a tomada da vergonha na cara nacional.

Os menos otimistas, mas ainda felizes, dizem que é um pequeno passo, mas que pode significar algo.

A meu ver não é o primeiro passo nem um pequeno passo, não significa nada.

Arruda pisou na bola, e não foi só com a polulação não, pisou na bola com alguém que não deveria. Esqueceu de pagar alguém, algum desafeto, algo do gênero.

Arruda será solto em breve, não pagará o que deve, e muito provavelmente continuará na política. Sim porque em Brasília a maior parte do povo adora ele.
Ele é um tipo de Maluf- rouba mas faz, e a população carente de panetone adora isso.

Não tenho fé no Brasil político, não acredito em uma mudança rápida e íntegra na justiça e na política e acho que comemorar esse fato é o típico ato que os corruptos adoram, pois enquanto todos focam no safado do Arruma esquecem de outras peripércias por aí.

Ainda temos que aguentar Malufs, Zé Dirceus, Renan Calheiros, Genoínos, Paloccis, Lulas (que nada sabia), Jogos do PAN superfaturado que ninguém liga mais, Copa e olimpíada que falta fiscalização, e tanta coisa por aí.

Minha falta de fé nos políticos NÃO significa falta de atenção, atitude e fé nas pessoas e nos pequenos atos do dia a dia. Acredito que temos que continuar fazendo nossa parte, isso acredito.

Evandro L! Melo



Escrito por Piázinho às 16h42
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Coletividade

Esse mundo está cada dia pior e não tenho muita esperança de melhora. Me xingue se quiser, mas é real.

Perdemos totalmente o senso de coletividade. Desaprendemos a conviver em sociedade.

Nos isolamos em nosso próprio mundo, nosso próprio universo e pouco ligamos para os demais. Onde começa e termina a liberdade de cada um?

A mesma pessoa que quando pedestre reclama do motorista que não respeita as sinalizaçòes, faixa de pedrestre, etc, é o mesmo que quando motorista acelera o carro no sinal

amarelo.

Todos temos pressa, todos temos prioridades e nossas prioridades são sempre miores e mais importantes do que a dos outros, cada um buscando ser o primeiro sem pensar na ordem,

na paz, no senso comum.

Estamos regredindo.

O que era para ser senso comum, hoje é visto como bom senso. A bondade e o respeito ao outro são qualidades raras.

Mais uma prova de que Darwin está equivocado. Não evoluímos do macaco, os chimpanzés sabem conviver em grupo muito melhor que nós homo sapiens.

Também em (http://grupoeclesia.blogspot.com)


Evandro L! Melo



Escrito por Piázinho às 10h50
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Cartas da Mãe

Documentário "Cartas da Mãe", sobre a vida de Henfil, o maior cartunista do Brasil.

Vale a pena conhecer um pouco mais da vida deste que fazia a diferença que queria ver no país.

Evandro L! Melo

 

 



Escrito por Piázinho às 16h38
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Homem, de 20 a 25 anos, Portuguese, English, Informática e Internet, Livros
MSN -
Histórico
Outros sites
  Livro de Visitas!!!
  Ícaro & Pietro
  Pedrão
  Grupo Eclesia!!!
  Omelete.com
  Xô Sarney
  Andre Wernner
  Blog da Magui
  Parlamentando
  Autoria do feminino
  Brazilian Nuggets
  Flor de Lis
  Ricardo Rayol
  Notícias do planalto
  Vale da solidão
  Frodo Balseiro
  Jeito tucuju
  S.O.B.R.E.T.U.D.O
  Fabio Mayer
  Alkimistas do Brasil
  Escrevinhações
  SSRJ
  Movimento Evolução
  G Versátil
  Brasileiro
Votação
  Dê uma nota para meu blog